quinta-feira, 26 de março de 2015

ALUNOS DO 8º B/C PARA TIRAR DÚVIDAS DO CONTEÚDO SOBRE SUJEITO INDETERMINADO E ORAÇÃO SEM SUJEITO,

Sujeito Indeterminado: é aquele que, embora existindo, não se pode determinar nem pelo contexto, nem pela terminação do verbo. Na língua portuguesa, há três maneiras diferentes de indeterminar o sujeito de uma oração:

a) Com verbo na 3ª pessoa do plural:
O verbo é colocado na terceira pessoa do plural, sem que se refira a nenhum termo identificado anteriormente (nem em outra oração):

Por exemplo:
1-Procuraram você por todos os lugares.

2-
Estão pedindo seu documento na entrada da festa.

b) Com verbo ativo  na 3ª  pessoa do singular, seguido do pronome se:
O verbo vem acompanhado do pronome se, que atua como índice de indeterminação do sujeito. Essa construção ocorre com verbos que não apresentam complemento direto (verbos intransitivos, transitivos indiretos e de ligação). O verbo obrigatoriamente fica na terceira pessoa do singular.
Exemplos:
1-Vive-se melhor no campo. (Verbo Intransitivo)
2-Precisa-se 
de técnicos em informática. (Verbo Transitivo Indireto)

oração sem sujeito, ou sujeito inexistente, como preferem alguns autores, ocorre quando, simplesmente, não existe elemento ou pessoa gramatical ao qual o predicado se refere.
Choveu a noite inteira”.
Isso acontece quando o verbo expresso na oração se apresenta com sentido impessoal dentro daquele contexto. Vamos conhecer os mais comuns:
  1. Verbos ou locuções que indicam fenômenos da natureza, como chovernevartrovejar:
Trovejou sem parar na Baixada Fluminense”.
“No inverno passadonevou  na Flórida”.
Havia chovido bastante durante a manhã”.
  1. O verbo haver no sentido de existir, acontecer:
“Na reunião de pais só havia mães”. (Fernando Sabino).
Houve  poucas desistências para o  curso de verão”.
  1. Verbos indicando tempo decorrido, como haverfazerir:
  muitos anos nos conhecemos. Desde  criança”.
Faz dois meses que não vou à aula”.
Vai para dez anos que me aposentei”.
  1. Verbos ou locuções indicando tempo e distância, como ser, passar:
Era um dia abafado e aborrecido”. (Aluísio Azevedo).
“Já passa das quatro horas”.
Tinham sido horas de longa espera por atendimento médico”.
Observe que, em todos os exemplos, os verbos destacados não possuem sujeito, são impessoais, já que não há elemento gramatical ao qual o predicado se refere. Se esse elemento gramatical passar a existir, logicamente a oração passa a ter sujeito. Veja:
“De manhã escureçoDe dia tardoDe tarde anoiteçoDe noite ardo.” (Vinícius de Moraes)
Os verbos em destaque estão empregados em sentido figurado. Como quem “escurece, tarda, anoitece” é a pessoa do poeta (eu=pessoa gramatical), o sujeito simples está presente na oração.
Portanto, apenas memorizar os verbos que são impessoais não é garantia de classificar corretamente uma oração. É preciso atentar para a função e o sentido que o termo exerce dentro daquele determinado contexto.



VAMOS FAZER ALGUMAS ATIVIDADES PARA TIRAR DÚVIDA;



segunda-feira, 16 de março de 2015

ALUNOS DO 8ºB/C

Regras de Acentuação
Monossílabos Tônicos: Os monossílabos tônicos serão acentuados, quando terminarem em A, E, O, seguidos ou não de s.
Ex. pá, pás, má, pé, pés, mês, pó, pós, dó.
Oxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na última sílaba. São acentuadas, quando terminarem em A, E, O, seguidos ou não de s, e em EMENS.
Ex. Corumbá, maracujás, rapé, massapê, filó, rondó, amém, armazém, parabéns,
Paroxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na penúltima sílaba. São acentuadas, quando terminarem em UM, UNS, L,  PS, X, EI (s), ÃO (s), U (s), ditongo crescente (s), N, I (s), R, à(s).
Ex. álbum, médiuns, ágil, fórceps, bíceps, tórax, xérox (também pode ser xerox), pônei, vôlei, órgão, ônus, Mário, hífen, táxi, fêmur, ímã.
Proparoxítonas: São as que têm a maior inflexão de voz na antepenúltima sílaba. Todas as proparoxítonas são acentuadas, salvo a expressão per capita, por não pertencer à Língua Portuguesa.
Ex. síndrome, ínterim, lêvedo, lâmpada, sândalo.
Os ditongos eu, ei, oi / éu, éi, ói somente receberão acento, quando forem abertos, seguidos ou não de s.

Ex. meu, chapéu, deus, troféus, peixe, anéis, rei, réis, doido, foice, destrói.

VAMOS EXERCITAR UM POUCO:

ATIVIDADE 1

ATIVIDADE 2

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

REVISÃO 8ºA/B


PARA TIRAR DÚVIDAS VEJAM:





ACENTUAÇÃO

EXERCÍCIO 1

EXERCÍCIO 2

PARA TIRAR DÚVIDAS DO :

- Adjetivo cliquem aqui

- Substantivo cliquem aqui


 Vamos praticar um pouco: 

atividade 1


atividade 2 


atividade 3 


VAMOS ESTUDAR UM POUCO MAIS SOBRE ADVÉRBIOS AQUI.













REVISÃO 9ºA/B

ALUNOS DO 9º A/B para estudar um pouco mais sobre o que vimos em sala de aula.  CLIQUEM  aqui.





 CONCORDÂNCIA NOMINAL E VERBAL: 






REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL PARA TIRAR DÚVIDAS CLIQUEM AQUI.

ATIVIDADE 1

FIGURAS DE SINTAXE TIRAR DÚVIDAS CLIQUEM AQUI.

ATIVIDADE 1










ALUNOS DO 8º A e B

Para estudar um pouco mais cliquem aqui.
Agora vamos exercitar cliquem nos links abaixo:
http://www.prof2000.pt/users/estante/mchoice_tipos_sujeito.html
http://www.escolagabrielmiranda.com.br/hotpot/6serie/lucia/lac2.htm

quinta-feira, 15 de maio de 2014

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

ALUNOS DO 9º A/B REVISÃO PARA A PROVA.

EXERCÍCOS DE CRASE

 ATIVIDADE 1

ATIVIDADE 2

ATIVIDADE 3

ATIVIDADE 4

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS. PARA TIRAR DÚVIDAS AQUI.

PRONOME RELATIVO

ATIVIDADE 1

ATIVIDADE 2

ORTOGRAFIA

 EXERCÍCIO 1

EXERCÍCIOS 2


EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

OLÁ, ALUNOS DO 8º A/B  POSTEI ALGUNS EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO, PARA VOCÊS ESTUDAREM PARA A PROVA. CLIQUEM NAS ATIVIDADES ABAIXO.

EXERCÍCIOS DE  CRASE

ATIVIDADE 1

ATIVIDADE 2

ATIVIDADE 3

 ADJUNTO ADNOMINAL PARA TIRAR DÚVIDAS, LEIA UM POUCO MAIS.

ADJUNTO ADNOMINAL:
Termo sempre associado ao nome, com ou sem preposição, caracteriza ou determina um substantivo. O adjunto adnominal não se liga ao nome por meio de verbo.
Classes gramaticais que funcionam como ADJUNTO ADNOMINAL:
artigo – adjetivo – locução adjetiva - pronome adjetivo – numeral
Exemplo:
[Os meus dois queridos AMIGOS de infância chegaram ontem de São Paulo.
os = artigo
meus = pronome adjetivo
dois = numeral
queridos = adjetivo
de infância = locução adjetiva

Observe que as palavras em vermelho se referem aos substantivos AMIGOS , especificando-os. Os adjuntos adnominais( adjetivos e locução adjetiva) diferenciam o substantivo: não são quaisquer amigos, mas queridos e de infância .
 
 


ATIVIDADE 1

ATIVIDADE 2

ATIVIDADE 3

VOCATIVO E APOSTO CLIQUEM AQUI PARA ESTUDAREM UM POUCO MAIS.